O que levar em consideração ao escolher sua lona geomembrana

O que levar em consideração ao escolher sua lona geomembrana?

Assim como qualquer outro produto, existem vários fatores que você precisa levar em consideração ao escolher sua lona geomembrana. Dessa forma, você consegue ter uma garantia maior de que a solução que você está levando, é a melhor alternativa para o seu empreendimento. 

Então, separamos algumas dicas para te ajudar na hora da sua escolha! Quer saber mais? Pois leia este post até o final! 

O que é uma lona geomembrana? 

Antes de mostrarmos o que você precisa levar em consideração ao escolher sua lona geomembrana, vamos descobrir um pouco mais sobre esse material. 

Em princípio, a geomembrana é uma solução que costuma ser fabricada em materiais como o PVC, que é um plástico mais flexível, ao mesmo tempo que é resistente.

Outro material bem comum usado na produção de lonas geomembranas é o PEAD; essa lona possui a mesma qualidade que as de PVC, porém o PEAD é mais recomendado para os ambientes onde há maior exposição química. 

Por causa de sua alta resistência, a lona pode ser aplicada em diversas áreas onde são necessárias a impermeabilização do solo, como por exemplo:

  • lagos artificiais;
  • aterros sanitários;
  • mineração;
  • construção civil. 

Com essa solução, é possível evitar que materiais tóxicos, como o chorume em aterros sanitários, atravessem o solo e encontrem o lençol freático. Ou seja, a lona geomembrana pode evitar desastres ambientais e preservar os recursos naturais do nosso planeta. 

Leia também: Benefícios da Geomembrana para seu agronegócio

Como escolher sua lona geomembrana? 

Agora que você já sabe o que é essa solução e quais são suas aplicações, é hora de descobrir o que levar em consideração ao escolher sua lona geomembrana. Vamos começar! 

Objetivos da lona geomembrana 

Primeiramente, na hora de escolher a sua lona geomembrana, é importante levar em consideração a resistência da lona. Porém, isso não está muito relacionado com a lona em si, mas sim com o local onde você fará a aplicação da solução. 

Por exemplo: essa lona ficará em um ambiente com grande exposição química? Ou em lugar onde bate muito sol? Todos esses elementos colaboram com a degradação da geomembrana, pois são bem agressivos. 

Logo, é preciso pensar nisso na hora de comprar o material, principalmente se as respostas para as perguntas acima são sim. 

No entanto, se a lona será utilizada para criação, seja de peixes ou de plantas, é preciso que a lona seja atóxica, para evitar a contaminação dos organismos que vivem no tanque. 

Além disso, é interessante que ela tenha propriedades que evitem a formação de algas que deixam a água com um aspecto esverdeado. Esse material orgânico deixa a água com baixos níveis de oxigênio, provocando a morte dos seres que ali habitam. 

Elasticidade

A elasticidade da lona é um item importante para se levar em consideração na hora de comprar a sua geomembrana. Pois ela precisa ser flexível o suficiente para se adequar ao local onde ela será aplicada. 

Portanto, verifique a capacidade de extensão da lona antes de efetuar a compra; o ideal é que ela tenha uma taxa de elasticidade superior a 200% para evitar que ela se rompa com a pressão do material depositado sobre ela. 

Espessura da lona 

Por fim, ao comprar a sua lona geomembrana, você precisa levar em consideração a espessura do material, para garantir que não ocorrerá vazamento, dessa forma, evitando manutenções de última hora e, em casos extremos, desastres ambientais. 

Logo, precisamos ressaltar a importância da primeira dica sobre a necessidade de conhecer o objetivo da lona; se você sabe para o que irá usá-la, você já sabe qual será a espessura necessária para aguentar a pressão de todo o sistema. 

No site da CIKALA, você encontrará lonas de 500 e 100 micras, além de outros materiais que ajudam na proteção do ambiente. 

Cuidados com a lona geomembrana 

Ainda que você adquira o melhor material disponível no mercado, são necessários cuidados com a sua lona geomembrana tanto durante a instalação, quanto depois. 

Durante a instalação, é preciso garantir que não ocorra rasgos na lona, logo retire todas as pedras que estiverem no caminho durante a escavação do buraco para um lago ou tanque, por exemplo. 

Também é preciso deixar o chão bem nivelado, portanto coloque uns dois centímetros de areia antes da lona. Assim, evitando que o terreno fique muito irregular e que objetos pontiagudos restantes perfurem a geomembrana. 

Para garantir maior segurança, você ainda pode investir na manta geotêxtil bidim, que serve como uma camada extra de proteção para o ambiente. 

Já falamos sobre como instalar um lago artificial na sua casa aqui no blog. No post, nós demos dicas completas de como instalar as duas soluções neste ambiente e deixar a decoração da sua casa mais sofisticada e moderna. Confira no link logo abaixo! 

Leia mais: Lago artificial: dicas práticas para fazer o seu

Por fim, ao comprar a lona garanta que ela tenha pelo menos uns 20 cm de sobra, para que ela não fique muito tensionada. 

Essas foram as nossas dicas sobre o que levar em consideração ao escolher sua lona geomembrana. Quer saber mais sobre esse e outros tipo de lona? Então continue lendo os outros posts do nosso blog! 

Ah, e não se esqueça de conhecer o site da CIKALA para escolher a melhor lona geomembrana para as suas necessidades! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *